Alliance Comunicação passa a integrar a Rede Brasil do Pacto Global

A Alliance Comunicação acaba de ingressar na Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa da Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de negócios, de Dez Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. Com a criação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o Pacto Global também assumiu a missão de engajar o setor privado nesta nova agenda.

Leia também: Novo normal: o que a pandemia trouxe de diferente para o dia a dia das pessoas e das marcas

Diante dos desafios mundiais é cada vez mais importante que as empresas se posicionem com relação à sustentabilidade e ações de responsabilidade social. Por isso, a Alliance trabalha apoiando as empresas na definição de estratégias e nos processos de conscientização, engajamento de público por meio de ações com foco em influência, relacionamento e comunicação. Entre esses processos, estão:

  1. Marketing de causa: em linha com a sustentabilidade e a responsabilidade social, o marketing de causa trabalha com foco na reputação das marcas, posicionando-as como cidadãs e mais conscientes. 
  1. Relatório Anual de Sustentabilidade: mais do que reportar resultados e iniciativas da companhia, esse relatório é o retrato de tudo que foi realizado pelo capital humano, pelas pessoas, que traz a evolução ano a ano de valores, atributos e realizações. 
  1. Projetos baseados nos ODS: os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) listam prioridades com foco no desenvolvimento sustentável global para 2030 e, para apoiar as empresas em suas iniciativas, é importante considerar o suporte estratégico de ações de comunicação, seja com o público interno ou externo. 

Quais são os 10 princípios seguidos pelo Pacto Global?

Os 10 princípios nasceram com o Pacto Global, em 2000, e estão baseados na Declaração Universal de Direitos Humanos, Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção. São eles:

  1. As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente;
  2. Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos;
  3. As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva;
  4. A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório;
  5. A abolição efetiva do trabalho infantil;
  6. Eliminar a discriminação no emprego;
  7. As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;
  8. Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental;
  9. Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis;
  10. As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

Leia também: Marketing inclusivo mescla inovação com experiência mais humana

O que é o Pacto Global?

Criado em 2000, o Pacto Global foi idealizado pelo ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan e dá aos membros acesso a ferramentas que contribuirão para ampliar o envolvimento da empresa com os temas de sustentabilidade e com as discussões na área. Também possibilita a participação em programas locais e internacionais, dentre os quais os grupos temáticos que conduzem projetos nas áreas de Água, Alimentos e Agricultura, Anticorrupção, Direitos Humanos e Trabalho, Energia e Clima e ODS. Com mais de 15 mil participantes em quase 170 países, a iniciativa conta com mais de 1000 membros no Brasil, país que possui a terceira maior rede no mundo.

Ao integrar o Pacto Global nos comprometemos a reportar anualmente o nosso progresso em relação aos 10 princípios.  Assim, a iniciativa estimula a evolução constante das práticas internas de sustentabilidade. As empresas que quiserem fazer parte, podem encontrar mais informações em www.pactoglobal.org.br

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email